Conheça o Dr. Lafayette Lage


Entrevista para o programa Bem Estar da Rede Globo (26.nov.2014)

(clique na imagem abaixo e, em apenas 4 minutos, conheça a a Prótese de Resurface, que permite uma vida totalmente normal, sem limitações)
LL_BemEstarGloboIndicado pelo Top Hip Surgeons.


Próximas aulas no exterior:

1) Que quadril pode beneficiar com a cirurgia conservadora artroscópica?
03.jul.2015

2) Neoteto Pediculado de Acetábulo de Lage-Napoli. Técnica Cirúrgica e experiência.
04.jul.2015

visite: Porto Hip Meeting
LL_PortoHipMeeting2015


Dr. Lafayette LageDr. Lafayette Lage

Médico Ortopedista e Traumatologista
Especialista em Medicina do Esporte
Cirurgia do Quadril para atletas

Membro do corpo editorial da revista americana Reconstructive Review e da revista inglesa Journal of Hip Surgery (Minimally Hip Preserving Surgery).

Formado pela Escola Paulista de Medicina em 1984.

Durante o curso de medicina, foi selecionado em primeiro lugar do Brasil recebendo uma bolsa de estudos integral do Institute of International Education, formando-se em Microbiologia pela Universidade de Kansas em Lawrence, EUA, em 1982.

Residência médica em ortopedia e traumatologia entre 1986 e 1989 no IOT-HCFMUSP (Instituto de Ortopedia e Traumatologia do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo).

Um ano como pesquisador no grupo de quadril do IOTHCFMUSP em 1990.

Mestrado entre 1991 e 1994 no IOTHCFMUSP e na Universidade de Cambridge, Inglaterra, introduzindo a técnica de artroscopia do quadril no Brasil.

Autor de diversos artigos científicos, quatro capítulos de livro e constantemente convidado como conferencista para palestras no exterior (EUA, Inglaterra, França, Bélgica, Itália, Espanha, Hungria, Portugal, Peru, Argentina, Chile).

Optou pela Ortopedia, uma vez que através de uma visão simplista transmitida pelo seu pai, doutor João de Azevedo Lage, primeiro residente de ortopedia do Brasil em 1944, aprendeu que é possível transformar vidas ouvindo e examinando bem seus pacientes, praticando a Semiologia Ortopédica, que é o estudo dos sinais e sintomas através da história do paciente (anamnese) e um exame físico cuidadoso. Agindo assim, é possível estabelecer um diagnóstico preciso em até 80% dos casos, desde que se tenha bom conhecimento das inúmeras doenças e da medicina como um todo. Na minoria dos casos, são necessários exames complementares.

Defende que uma consulta médica não pode durar menos que uma hora e, enquanto isso não mudar, milhares de exames complementares continuarão a ser solicitados desnecessariamente, sobrecarregando os laboratórios.

Membro do Reconstructive Review Editorial Board

Veja seu currículo completo.

Leia uma biografia resumida (PDF) publicada no boletim mensal do Rotary Club de São Paulo.

.

JournalOfHipSurgery

Membro editorial do Journal of Hip Surgery, Inglaterra

Comments are closed.