Uma nova articulação do Joelho

Dr. Lafayette de Azevedo Lage

Novos progressos

O joelho é uma articulação complexa. De forma contrária do quadril, que é uma articulação forte, contém uma bola e soquete, os vários componentes do joelho não parecem ter um ajuste firme. Por esta razão, é provável que você ouça falar mais da artroplastia de quadril do que a de joelho. Elas existem há mais tempo e são fáceis de se realizar. Consequentemente, com os materiais e técnicas modernas significa que a artroplastia de joelho está se tornando mais comum e tão bem sucedida quanto à do quadril.

Construção do Joelho

À primeira vista, o joelho parece se mover como uma dobradiça, mas isto é parcialmente verdadeiro. Além de dobrar-se e endireitar-se o joelho normal permite um ligeiro movimento de torsão. Os ossos que se unem pelo joelho são auxiliados a ficarem unidos por um material “envolvente” ou cartilagem. Mas o trabalho verdadeiro é executado por quatro ligamentos, dois no centro e um de cada lado. Se estes ligamentos são danificados, os joelhos tendem a ficar instáveis e inseguros. Os músculos podem compensar um pouco a instabilidade causada pelos ligamentos danificados, se eles forem desenvolvidos com exercícios e fisioterapia. A maioria das pessoas que sofre de artrite nunca irá necessitar de uma artroplastia de joelho. Tratamentos à base de medicamentos e fisioterapia cuidarão das maior parte dos sintomas. Mesmo que a cirurgia seja necessária, não significa que tenha que ser uma artroplastia de joelho. Há outras operações que podem trazer alívio dos sintomas e um certo grau de recuperação da mobilidade.

A melhor chance

Entretanto, se uma artroplastia de joelho for necessária, você se encontra no melhor momento da história da medicina. As primeiras artroplastias de joelho foram executadas similarmente à uma dobradiça, com duas partes unidas por um pino. Elas tinham a vantagem de que não necessitavam de ligamentos para uní-las e muitas pessoas ficaram satisfeitas com elas. Mas as artroplastias tendiam a funcionar bem por um curto período. O problema é que, quando alguém anda, há uma certa rotação natural do joelho. A tensão deste movimento, normalmente sustentado pelos ligamentos, significava que as próteses da artroplastia tendiam a trabalhar frouxas ou a quebrar. Uma vez que a maioria dos tipos de artrite causa deformação ou desgaste, um novo tipo de prótese foi desenvolvido. Esta prótese utilizava os ligamentos naturais para segurar a articulação, permitindo movimentos naturais e era menos sujeita à quebra. Infelizmente, os ligamentos de muitos pessoas que sofrem de artrite não são suficientemente fortes para sustentar este dispositivo. Daí, uma melhor solução tinha que ser achada. Como resultado deste tipo de pesquisa, há agora muitos tipos diferentes de próteses desenvolvidas para satisfazer as necessidades individuais de cada paciente.

Decisões

Se você necessitar de uma artroplastia de joelho, existe um certo número de decisões que devem ser feitas. Por exemplo, se seu quadril e joelho estiverem afetados, o médico deverá decidir qual operar em primeiro lugar. Se ambos joelhos necessitam da cirurgia, é possível que eles possam ser operados simultaneamente. Por outro lado, é comum um joelho estar mais afetado que o outro, por isso decide-se operá-lo primeiro, porque a recuperação tende a ser tranquila, quando opera-se um joelho de cada vez. Naturalmente, antes de tomar um decisão final, seu médico levará em consideração a proporção de suas dores, a extensão do problema em suas juntas, seu estado geral de saúde, os riscos de complicações e muitos outros fatores.

Antes da cirurgia

Uma vez que foi decidido efetuar a cirurgia, algumas medidas deverão ser tomadas. Por exemplo, você pode necessitar de fisioterapia para prepará-lo para a cirurgia. Se você estiver acima do peso, aconselha-se que você perca alguns quilos antes da cirurgia. Este conselho deve ser seriamente seguido, porque ele pode diminuir significativamente os riscos da cirurgia e fazer uma grande diferença para seu sucesso. Um fisioterapeuta que irá tratá-lo após a cirurgia, pode dar-lhe algumas instruções e práticas de exercícios antes da cirurgia.

A cirurgia

A cirurgia geralmente é realizada com anestesia geral, embora para alguns pacientes seja mais segura a utilização de anestesia peridural, a qual deixa o paciente acordado, porém confortavelmente sedado. Normalmente a cirurgia leva de duas a três horas. Você talvez necessite de uma transfusão de sangue durante ou após a cirurgia. Após uma breve estadia na sala de recuperação, você irá para o quarto. Por algumas horas você receberá soro via intravenosa. Sua perna estará coberta com bandagem almofadada ou com algum tipo de gesso ou tala. Alguns ortopedistas utilizam dreno no local da incisão a fim de evitar que o sangue acumule. Haverá um pouco de dor após a cirurgia, mas você receberá analgésicos. E, se você foi operado com anestesia peridural, você não poderá mover as pernas, mas após um breve período você vai sentí-las novamente.

Recuperação

O tratamento pós-operatório, que durará de duas a três semanas, dependerá do tipo d e prótese utilizada e das decisões de seu ortopedista. Às vezes é melhor começar a mover seu joelho logo, talvez dois ou três dias após a cirurgia. Em outros casos, é melhor esperar por uma ou duas semanas. Quando chegar a época de mover seu joelho, a bandagem será retirada ou seu volume reduzido, e um fisioterapeuta o auxiliará a começar os exercícios necessários. Estes exercícios serão um pouco dolorosos no início, mas diminuirão com o passar do tempo. Nesta fase, você tem um grande papel a desempenhar em sua própria recuperação. Você é inteiramente responsável pelo funcionamento de seu novo joelho. O fisioterapeuta pode ajudá-lo, ensiná-lo e encorajá-lo, mas serão os seus esforços que serão imprescindíveis para sua recuperação. Algumas clínicas utilizam uma máquina que realiza um “movimento passivo”. Sua perna é atada a uma barra e um motor elétrico dobra e estica seu joelho suavemente, aumentando os movimentos gradualmente dia-a-dia. Estas máquinas são úteis, mas não substituem seu próprio esforço, você precisa dos exercícios para desenvolver seus músculos e fortalecê-los para quando você for andar sozinho. Os pontos serão provavelmente retirados após duas ou três semanas, quando, dependendo de seu progresso, você já estará andando. Talvez você possa colocar peso sobre a perna ou talvez tenha que “carregá-la” por um tempo, até que a articulação esteja que firmemente fixada nos ossos. Até pouco tempo atrás, os joelhos eram cimentados com um tipo especial de cimento de secagem rápida. Alguns ortopedistas utilizam agora articulações com um design diferente as quais fixam-se aos ossos por si próprias. Cada tipo de articulação tem suas vantagens e desvantagens. Em termos gerais, as articulações cimentadas permitem que você coloque peso sobre a perna mais cedo do que os outros tipos de articulações.

Caminhando novamente

Você já poderá estar andando quando for para casa. Você já utilizou no hospital um andador ou muletas e também fez exercícios e caminhou em uma piscina, a qual tira bastante peso de suas pernas. A recuperação geralmente é mais demorada do que a da artroplastia de quadril. Subir escadas inicialmente é difícil e levantar-se de uma cadeira ou do toilete pode apresentar problemas até que seus músculos tenham força suficiente. Geralmente, algumas sessões de fisioterapia seguem-se após sua alta. Seu médico será capaz de dar-lhe uma previsão de quando você estará caminhando bem. É surpreendente a rapidez com que você progredirá uma vez que a dor desaparecer. A volta ao trabalho depende do tipo de atividade, da distância que você tem que se deslocar e do nível do seu progresso. Obviamente é mais fácil voltar para o trabalho em um escritório do que para uma construção.

O resultado final

Muitas artroplastias de joelho hoje já têm mais de doze anos. Uma artroplastia bem sucedida lhe proporciona um bom alívio da dor e suficiente liberdade de movimentos para permitir a maioria de suas atividades. Entretanto, nem sempre é possível recuperar o movimento total. Cada tentativa será feita a fim de testar se o joelho estende-se completamente, por isto é importante para caminhar-se normalmente. Você pode achar que seu joelho não dobrará totalmente o que torna os atos de ajoelhar e agachar-se difíceis. Se o joelho se dobra apenas além de um certo ângulo, isto é normalmente o suficiente, o que é particularmente importante quando ambos joelhos estão afetados, uma vez que você precisa estar apto a dobrar os joelhos neste determinado ângulo para poder se levantar de uma cadeira. Dependendo do estado de seu joelho antes da cirurgia, em 90% dos casos espera-se um bom resultado. Alguns joelhos são mais difíceis do que outros e seu médico o informará da probabilidade da ocorrência de problemas. Geralmente, pessoas com artrite reumatóide tiveram melhores resultados do que aquelas com osteoartrite. Isto deve-se ao fato de que os portadores de artrite reumatóide já têm mobilidade restrita e consequentemente não colocam muito peso em sua nova articulação. Qualquer cirurgia apresenta um pequeno risco de formação de coágulos nas veias das pernas. As medidas necessárias serão tomadas para evitá-los. Se caso os coágulos aparecerem, você terá que fazer um tratamento para reduzir a tendência à formação de coágulos. É raro ocorrer problemas com a articulação propriamente dita. Entretanto, a natureza da articulação do joelho torna-o mais vulnerável a complicações do que a articulação do quadril, principalmente nos primeiros estágios pós-cirurgia. A incisão às vezes demora a cicatrizar e os pontos podem ficar mais tempo do que o habitual. O afrouxamento da articulação raramente ocorre, mas como todas as outras próteses, a infecção é o fator que mais causa preocupação. Você receberá antibióticos para evitar seu aparecimento e ficará em observação para se detectar qualquer sinal de problema. Apenas em casos muito raros a infecção resiste ao tratamento. Se caso isto ocorrer, é possível que seja necessária outra cirurgia e, até a remoção da prótese. Deve-se salientar que isto é um caso muito raro.

This entry was posted in Artigo and tagged , . Bookmark the permalink.

Comments are closed.